segunda-feira, 12 de junho de 2017

1º Retiro de 2017

Confiram abaixo alguns depoimentos:


Participamos neste final de semana, de 02 a 04 de junho, do Retiro das ENS de Jundiaí, organizado com muito zelo pelas equipes 6A e 41B e ministrado pelo excelente Padre Vanzella.

E que tempo abençoado!

Por meio de parábolas e com uma didática muito simples, mas inundado de conhecimento e sabedoria, fomos conduzidos a refletir nosso casamento, vivenciando toda a mística da espiritualidade conjugal.

Em Mt. 13,44-46, fomos convidados a namorar e nos redescobrir como "tesouros e pérolas" um para o outro... Uma volta ao início de tudo!

Na Meditação em casal, fomos provocados a pensar nossa relação a partir do grão da mostarda (Mt. 13,31-32) e perceber que temos qualidades e limitações, mas que devemos sempre nos inspirar no amor misericordioso de Deus em nosso casamento.

E nada como um bom Dever de Sentar-se para que, iluminados pelo Espírito Santo, pudéssemos separar o joio do trigo em nossas vidas (Mt. 13,24-30), buscando preenchermo-nos cada vez mais do amor de Deus.

Sempre que tirarmos o ar de um copo, ele se encherá de ar novamente, e nem sempre com um ar puro. É necessário enchê-lo de água (amor de Deus) para que o ar saia e não retorne. 

À luz do Evangelho (Lc. 10,25-37) e com o coração tocado por todos os ensinamentos vivenciados neste tempo, refletimos nossa caminhada de casal cristão e nossa responsabilidade evangelizadora, nos comprometendo com uma Regra de Vida que realmente nos conduza à superação das nossas fraquezas.

Se o propósito de um Retiro é a nossa conversão, temos certeza que após cada Escuta da Palavra e reflexão, a cada vivência do silêncio pessoal, saímos mais fortalecidos em nossa fé e mais preparados para nossa missão de casal evangelizador, pois a semente caiu em terra boa (Mt. 13,1-9).

Rogamos ao Espírito Santo, pela intercessão de Nossa Senhora, que o copo de nossas vidas seja preenchido todos os dias por uma gota de Deus!

Sonia e Fernando
Eq. 10B - Jundiaí/SP





O Retiro mais que perfeito

Mais uma vez Taubaté nos contemplou com um grande pregador. 
Certamente fomos premiados ao sermos escolhidos para coordenar, juntamente com a equipe 41B, um evento de tamanha importância para o movimento das ENS. 

Deus soprou sobre nós o Vosso Espírito e certamente foi tudo muito perfeito. Um tema com começo, meio e fim, permeado de muitos exercícios de PCEs, de muitos questionamentos pessoais que, pela sabedoria do Padre Vanzella, fez com que saíssemos muito melhor do que entramos. 

Foi-nos dado mecanismos de ensinamentos para mais um ano. Certamente se o bom senso prevalecer, nossa fé aumentará; fomos sabiamente orientados e exercitados para tanto. 

Um segundo ponto: o Cristo Ressuscitado colocou em nosso caminho a equipe 41B. Acredito que tenha sido a primeira coordenação que essa equipe participou, mas eles nos ensinaram com muita humildade o significado de “assumir responsabilidades”. Ansiavam em Deus pela sua capacitação, já que se colocaram a serviço do próximo com total entrega. Somando a eles, a segurança pelo tempo vivido de Roberto e Neusa, Wilson e Sueli, Sergio e Nice, Lu e Chico, e nós: eles foram os protagonistas, nós os coadjuvantes, que passamos a segurança da estréia. Aprendemos com eles o que significa um trabalho de equipe. Agradeço a Deus esta feliz união. Continuem assim, não deixem que o tempo consuma o que vocês tem de melhor: o Amor.

Que Deus seja louvado em nome de sua Mãe Maria! 

Fátima e Mário
Eq. 6A - Jundiaí/SP




Um retiro? Sim, um excelente retiro.

Iniciou quando fomos recepcionados, na sexta feira. Pudemos sentir o amor dos casais das equipes 6A e 41B, que nos acolheram com muito entusiasmo.

Logo após o jantar nos dirigimos à sala de palestras, onde o padre Vanzella, um homem simples, vindo de Taubaté, iniciou suas colocações dizendo: “o retiro não é para mim, mas para vocês, casais”;
“através de textos do Evangelho vamos abordar os PCEs e proporcionar a vocês a oportunidade de realizá-los. O padre apenas orienta e vocês farão o retiro”.

Isso nos animou porque queríamos ter a oportunidade de manter um relacionamento pessoal com Deus. Nos últimos retiros que participamos tivemos belas palestras, uma ótima catequese, mas poucas oportunidades de conversar com Deus.
Sábado, após o café e a oração da manhã, nos dirigimos à sala de palestras para ouvir os primeiros ensinamentos do padre Vanzella. Foi proclamada a palavra de João 15, 9-16. Padre Vanzella nos colocou que “somos amigos e não servos de Jesus”. Com muita profundidade abordou esse texto que, embora por nós conhecido, muitos novos conceitos nos foram colocados.

Saímos para refletir sobre nosso relacionamento com Deus. Como “o” vemos? Somos amigos ou servos? Foi nos dado uma hora para refletir em casal, mais meia hora individualmente.

Seguindo essa mesma dinâmica, vários textos foram desenvolvidos, direcionando nossas reflexões para os PCEs e, com muita sabedoria, padre Vanzella colocou-nos diante da misericórdia de Deus.
Tivemos momentos fortes de oração: oração da manhã, duas missas, uma oração junto ao  Santíssimo  Sacramento e uma oração penitencial eucarística.

Consideramos que os momentos de maior profundidade que vivemos neste retiro foram as reflexões que nos aproximaram de Deus e nos levaram a constatar nossas limitações e superficialidades. 
 
Não podemos deixar de ressaltar a importante condução deste retiro por padre Vanzella que, com todo o seu humor e simplicidade, nos permitiu viver esses momentos.

Obrigado equipes de serviço, obrigado padre Vanzella.

Dina e Chico
Eq. 1B - Jundiaí/SP



Nenhum comentário:

Postar um comentário