segunda-feira, 27 de maio de 2013

Reunião Zero da Equipe de Expansão do Setor Jundiaí B

É com imensa alegria que queremos partilhar com todos os equipistas de Jundiaí, em especial do Setor B, que aconteceu em 26 de Maio de 2013, às 17 horas, na casa do casal Cristina e Valdir, o nosso primeiro encontro com os novos casais que serão pilotados para recompletar as equipes do Setor B. 

Nesse primeiro encontro, que é chamado de Reunião Zero, estavam presentes o CRS Sanderli e Toninho, o casal informador Valquíria e Ronei, a equipe de expansão do Setor B Cristina e Valdir, Isabel e Luiz, Lilian e Valter, Margareth e Sérgio, casais integrantes da equipe 1B e os sete novos casais que aceitaram o convite para iniciar uma pilotagem no MENS, e que, posteriormente, serão inseridos em equipes que precisam ser recompletadas. São eles: Eloá e Luiz Fernando, Roseli e Carlos, Carolina e Alex, Ana Paula e Alan, Eduvirges e João, Sonia e José Antonio, Jaqueline e Dênis. 

A pilotagem iniciará em Junho com o estudo dos Estatutos do Movimento e depois seguiremos os passos do “Vem e Segue-me”. Pedimos as orações de todos os equipistas, em especial das equipes que precisam ser recompletadas, para que esses novos casais perseverem. Para que, também encontrem nesse caminho, a espiritualidade conjugal que buscam para chegarem à santidade do casal, e que é a mística do nosso Movimento. 

Também pedimos orações por nós, equipe de expansão do Setor B, para que, inspirados pelo Espírito Santo, sejamos canais da graça de Deus e testemunho de vida para esses novos casais.

Ressaltamos também que esse trabalho da expansão está apenas começando. A prioridade do nosso setor hoje é de recompletar equipes, mas também é preciso adensar as equipes que tem apenas 5 casais. Que a graça de Deus e a intercessão de Nossa Senhora possa ajudar a todos nós, equipistas, sermos testemunhas verdadeiras do amor de Deus em nossas famílias, e dessa maneira, outros casais nos procurem com o intuito de iniciar o mesmo caminho. 

Um fraterno abraço!

Equipe de Expansão 
Setor Jundiaí B 



Testemunho sobre o Evangelho do Dia

Olá amigos do Blog!

Gostaria de participar dando nosso testemunho.

O Evangelho do Dia por e-mail tem nos ajudado devido ao seu formato atualizado de distribuição, alinhado com nosso estilo de vida atual. Em virtude dele ser enviado por e-mail, que é uma ferramenta que usamos extensivamente para as atividades pessoais e profissionais no dia-a-dia, as mensagens diárias nos ajudam no formato de um lembrete. Na correria do dia-a-dia, pelo cansaço ou pelo esquecimento às vezes acabamos deixando de realizar estes importantes PCE's; já com a mensagem chegando em nossa caixa de entrada, temos um auxílio para superamos estas dificuldades.

Temos gostado muito também do formato da mensagem, que traz, além do evangelho, leituras e orações, enriquecendo assim o momento de espiritualidade conjugal para aqueles que tiverem interesse e disponibilidade para ir um pouco além.

Abraços,

Érica e Alexandre
Equipe 19A - Jundiaí

domingo, 26 de maio de 2013

Nossa proveitosa Reunião Horizontal

Por iniciativa dos casais Érica e Wilson (Ligação das Equipes 12A e 19A) e, Cristina e Alaor (Ligação da Equipe 6A) estivemos reunidos neste lindo dia de Domingo, para participarmos da nossa Reunião Horizontal.

O local escolhido para nos reunirmos foi a aprazível chácara do casal Angela e Vail, em Itupeva, local esse de memoráveis encontros na nossa vida de equipista.

Diante de um roteiro, carinhosamente preparado pelos coordenadores mencionados, composto dos momentos de acolhimento, de oração inicial, da leitura e meditação da Palavra, bem como de outros, também importantes, para troca de informações, para revisão dos pontos a serem lembrados e finalmente daquele reservado à Oração Final, a reunião transcorreu num clima de muita harmonia e de unidade. 

Quando da oportunidade de se ouvir, no instante da troca de informações, os testemunhos de cada casal sobre o questionamento proposto “em que aspecto o ser equipista mudou a sua vida?”, belos testemunhos foram dados. Daí a razão de concluirmos o quanto esse Movimento, com o Carisma que visa o crescimento da Espiritualidade Conjugal, nos faz tanto bem.

Oportunamente, foram lembradas as datas da nossa próxima missa mensal (07jun), da JDU - Jornada Diocesana da Unidade (09/jun) e daquelas reservadas às nossas reuniões Mistas (14, 15 ou 16jun).

Na condição de um evento inusitado, foi salientado a todos que na JDU, que acontecerá no dia 09jun, um domingo, das 13h às 18h, no ginásio de esportes Nicolino de Lucca, o Bolão, estará sendo esperada a presença de cada um de nós Equipistas. Será uma oportunidade de fazermos unidade com os demais integrantes do outros Movimentos Eclesiais existentes em nossa unidade.

Diante do encerramento do que constituiu a parte espiritual da nossa reunião, partimos para o desfrute, agora com a participação de toda a criançada presente, de um sempre agradável momento para nos confraternizarmos. É lógico que tudo aconteceu com o devido acompanhamento dos esperados “comes e bebes”.

Hoje, no dia em que a Igreja celebra a Santíssima Trindade, damos Graças a Deus, pelo seu amor misericordioso se fazendo sempre presente entre nós.

Antonio Luiz (da Maria Clara)
Equipe 6A - Jundiaí

Mais algumas fotos deste dia, estão aqui.

A vida que vem depois...

No ventre de uma mulher grávida estavam dois bebês. O primeiro pergunta ao outro:

- Você acredita na vida após o nascimento?

- Certamente. Algo tem de haver após o nascimento. Talvez estejamos aqui principalmente porque nós precisamos nos preparar para o que seremos mais tarde.

- Bobagem, não há vida após o nascimento. Como verdadeiramente seria essa vida?

- Eu não sei exatamente, mas certamente haverá mais luz do que aqui. Talvez caminhemos com nossos próprios pés e comeremos com a boca.

- Isso é um absurdo! Caminhar é impossível. E comer com a boca? É totalmente ridículo! O cordão umbilical nos alimenta. Eu digo somente uma coisa: A vida após o nascimento está excluída - o cordão umbilical é muito curto.

- Na verdade, certamente há algo. Talvez seja apenas um pouco diferente do que estamos habituados a ter aqui.

- Mas ninguém nunca voltou de lá, depois do nascimento. O parto apenas encerra a vida. E afinal de contas, a vida é nada mais do que a angústia prolongada na escuridão.

- Bem, eu não sei exatamente como será depois do nascimento, mas com certeza veremos a mamãe e ela cuidará de nós.

- Mamãe? Você acredita na mamãe? E onde ela supostamente está?

- Onde? Em tudo à nossa volta! Nela e através dela nós vivemos. Sem ela tudo isso não existiria.

- Eu não acredito! Eu nunca vi nenhuma mamãe, por isso é claro que não existe nenhuma.

- Bem, mas às vezes quando estamos em silêncio, você pode ouvi-la cantando, ou sente, como ela afaga nosso mundo. Saiba, eu penso que só então a vida real nos espera e agora apenas estamos nos preparando para ela...

Autor Desconhecido
(Internet)

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Maio - Eventos e homenagens à Nossa Senhora

Neste mês de Maio, mês de Maria, as Equipes de Nossa Senhora de Jundiaí, renderam homenagens à mãe de Deus em todos seus eventos. 

No dia 03, na nossa Missa Mensal, Pe. Samuel presidiu uma linda celebração pelo aniversário das ENS no Brasil. Por causa do mês mariano, ao final da missa, as crianças coroaram Nsa Sra Aparecida. Você pode conferir as fotos deste dia, clicando aqui.


Já no dia 20, data marcada para nossa Noite de Oração, as equipes 20A e 8B prepararam uma Cantata para Maria. Um evento que reuniu muitos equipistas para cantar e rezar. Mais uma noite agradável que vivemos na companhia dos irmãos. As fotos, estão aqui

Na certeza da intercessão da poderosa Virgem Maria, seguimos nosso caminho de santificação conjugal, com as bençãos de Cristo Jesus.

terça-feira, 21 de maio de 2013

Peregrinação à casa de Nossa Senhora Aparecida

Desde que tomamos conhecimento do calendário para a peregrinação, nossa equipe se encheu de alegria e se empenhou para que todos os casais pudessem participar juntos desse momento. Como casal, era um motivo mais que especial pois estaríamos comemorando 18 anos de casados no dia 19 e queríamos muito celebrar essa data com nossos amigos da equipe na casa da nossa Mãe. 

Estávamos ansiosos e enfim chegou o tão esperado dia. O sol nem tinha nascido e já era grande o número de equipistas concentrados para tomarem seus lugares nos dois ônibus que saíram de Jundiaí. Para alegria do movimento e nossa, algumas famílias foram completas, reafirmando assim, a importância da vida cristã no ambiente familiar. Tudo foi preparado com muito zelo e amor desde a qualidade do ônibus até as deliciosas guloseimas que nos foram servidas. No nosso ônibus, destacamos o carinho e a atenção da querida Andrea (16B) e da pequena Manuela que não mediram esforços para que todos se sentissem acolhidos e bem servidos. 

Começamos rezando o terço dos pontos concretos de esforço, em seguida fizemos uma breve apresentação para que todos se conhecessem e logo após fizemos um sorteio de brindes e do amigo secreto. A alegria era tanta, que quando percebemos já estávamos no pátio da basílica. 

Assim que chegamos, nos reunimos com os demais equipistas da Província Sul I que já estavam se preparando para rezar o terço das ENS. Nesse momento pudemos perceber o quanto é grande e unido o nosso movimento pois éramos pessoas vindas de vários lugares em busca de um mesmo objetivo: vivenciar a espiritualidade conjugal através da visita à casa de Nossa Senhora. 

Logo em seguida, adentramos em procissão à nave principal onde tivemos a graça de celebrar a eucaristia com uma missa maravilhosa presidida pelo Pe. Cavalca. Com o agitar das bandeirinhas pudemos sentir além da emoção de estarmos ali, o quão numerosos eram os equipistas presentes. Ao final da missa, partimos para a visitação da imagem onde depositamos aos pés da nossa mãe todas as nossas alegrias, angústias, as graças alcançadas e os pedidos guardados no íntimo de nossos corações. 

Fizemos um pequeno tour pelo museu e sala dos milagres para mostrar aos nossos filhos quantas manifestações de fé já aconteceram e quantas pessoas já alcançaram alguma graça com essa devoção. Eles ficaram impressionados com o número de objetos ofertados e que simbolizavam tais graças. Saciados espiritualmente, tratamos de providenciar o alimento do corpo e partimos para um delicioso lanche comunitário com nossos amigos. Esse momento foi tão importante para nós pois recordou o banquete festivo que também é celebrado em nossas reuniões mensais. 

Com todas as forças renovadas e transbordantes de alegria, partimos para a compra das lembrancinhas do amigo secreto e iniciamos nossa viagem de volta, não sem antes rezar para agradecer o dia maravilhoso que tivemos e também pedir a proteção no retorno. Durante o caminho fizemos a entrega dos presentes e aproveitamos para descansar um pouquinho. 

Como casal, sentimos o quanto é importante e indispensável estarmos na presença da nossa Mãe. É uma experiência que todos os casais equipistas deveriam considerar também como um ponto concreto de esforço. Nossos corações se encheram de tanta alegria e esperança, que temos a certeza que estamos mais fortes na busca da santidade conjugal. 

Patrícia e Wladmilton
Eq. 17 - Jundiaí A

As fotos deste dia estão aqui.


Ordenação Presbiteral

A Equipe 19A convida a todos os equipistas, com muita alegria, para a Ordenação Presbiteral de seu conselheiro espiritual, Diácono Alexandre. A celebração será no dia 24 de Maio, as 19h30, em Campo Limpo Paulista. 



Orações pelo novo CRS Jundiai B

Na segunda-feira, dia 13 de Maio, na Reunião de Setor Jundiaí B, contamos com a presença do Casal Regional Kátia e Alexandre e iniciamos o período de oração pelos casais abaixo, pois, dentre eles está o novo Casal Responsável de Setor B no triênio 2014-2016. 

Os casais são: 
- Lílian e Valter 1B 
- Margareth e Sérgio 1B 
- Valquíria e Rônei 4B 
- Eliana e Luiz Roberto 5B 
- Kelli e Laércio 6B 
- Cidinha e Zenilton 7B 
- Gláucia e Maurício 14B 

Pedimos que diariamente, ao rezar o Magnificat, peçam para que o Espírito Santo ilumine os casais e lhes dê força, coragem, entusiasmo, dedicação e alegria nessa responsabilidade que se fundamenta no "Amar mais a Jesus". 

Deus os abençoe! 

Sanderli e Toninho
CRS Jundiai B

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Papa se encontrará com Movimentos eclesiais no Vaticano

Assim como acontecerá dia 09 de Junho, na Diocese de Jundiaí, a Jornada Diocesana da Unidade (onde Dom Vicente Costa receberá integrantes dos movimentos eclesiais), o Papa Francisco receberá milhares de fiéis para um evento neste próximo domingo, porém obviamente, em escala incontavelmente maior. O encontro faz parte da programação especial para o Ano da Fé, iniciado em outubro de 2012 

Mais de 120 mil membros de movimentos eclesiais se reunirão no próximo sábado, 18, no Vaticano, com o Papa Francisco, por ocasião do Ano da Fé. Foi o que anunciou o Arcebispo Dom Rino Fisichella, Presidente do Pontifício Conselho para a Nova Evangelização. 

Os participantes, que representam a universalidade da Igreja, pertencem a mais de 150 Movimentos eclesiais, provenientes do Brasil, Itália, Argentina, Espanha, Porto Rico, Bielorússia, Congo, França, Alemanha, Índia, Irlanda, Lituânia, Malta, Nova Zelândia, Polônia, Eslováquia, EUA, Suíça, Trinidad Tobago. 

Dom Fisichella afirmou, na coletiva de apresentação do evento, que, entre as celebrações do Ano da Fé, inaugurado por Bento XVI em outubro do ano passado, não podia faltar o encontro com as realidades eclesiais, frutos evidentes do Concílio Vaticano II. 

O evento, que terá como tema “Eu creio, mas aumenta a nossa fé”, se desenvolverá em dois momentos importantes: uma peregrinação, de manhã, ao túmulo de São Pedro, e um encontro, à tarde, na Praça São Pedro, com momentos de reflexão, música e testemunhos. 

Durante a Vigília de Pentecostes, o Papa Francisco fará uma oração diante da imagem da Virgem Maria, Salus Popoli Romani (Salvação do Povo Romano), muito venerada em Roma. Depois, o escritor e editor irlandês, John Waters, e o cirurgião paquistanês, Paul Batthi, irmão do Ministro para as Minorias assassinado naquele país, apresentarão suas experiências aos presentes. No final do encontro, Papa Francisco responderá a algumas perguntas dos participantes. 

Na manhã do dia seguinte, domingo, 19, o Santo Padre celebrará a Santa Missa de Pentecostes, na Praça São Pedro e rezará a oração do Regina Coeli, que contará com a presença dos Movimentos eclesiais e de milhares de fiéis, provenientes de todas as partes do mundo.

terça-feira, 14 de maio de 2013

Dez dicas para viver bem o Ano da Fé

Para honrar o cinquentenário do Concilio Vaticano II e o vigésimo aniversário do Catecismo da Igreja Católica, o Papa Bento XVI anunciou o Ano da Fé, que começou no dia 11 de Outubro de 2012, e finalizará no dia 24 de Novembro de 2013. O objetivo é fortalecer a fé dos católicos e atrair o mundo para a fé com o seu exemplo. 

O Bispo norte-americano David Ricken, oferece “10 maneiras nos quais os católicos podem viver o Ano da Fé”. Baseado nas pautas da Congregação da Doutrina da Fé do Vaticano, algumas destas sugestões já são conhecido pelos católicos, outras podem ser adotadas por eles em todo o momento, especialmente agora durante o Ano da Fé. 

1. Participar da Missa: O ano da Fé busca promover um encontro pessoal com Jesus. Isto ocorre imediatamente na Eucaristia. Participar regularmente da Missa fortalece a fé da pessoa através das Escrituras, o Creio, outras orações, música sacra, a homilia, receber a Comunhão e ser parte de uma comunidade de fé. 

2. Confessar-se: Como participar da Missa, os católicos encontram fortaleza e aprofundam no crescimento de sua fé através da participação no Sacramento da Penitência e da Reconciliação. A confissão exorta aos fieis a buscar a Deus, expressar sua pena pelas faltas e abrir suas vidas ao poder curador da graça de Deus. Perdoa as faltas do passado e fornece a fortaleza para o futuro. 

3. Aprender sobre a vida dos Santos: Os santos são eternos exemplos de como viver uma ida cristã, e proporciona a infinita esperança. Eles não somente foram pecadores que tentaram aproximar-se mais de Deus, mas eles também, exemplificaram formas distintas em que uma pessoa pode servir a Deus: através dos ensinamentos, trabalho missionário, obras de caridade, orações e simplesmente buscando agradar a Deus nas ações ordinárias e nas decisões da vida cotidiana. 

4. Ler a Bíblia diariamente: As Escrituras nos oferecem acesso de primeira mão à Palavra de Deus e nos diz a história da salvação humana. Os católicos podem orar com as Escrituras (através da lectio divina e outros métodos) para acostumar-se mais com a Palavra de Deus. De qualquer forma, a Bíblia é necessária para o crescimento espiritual durante o ano da Fé. 

5. Ler os documentos do Concílio Vaticano II: O Concílio Vaticano II (1962 – 1965) deu partida a uma grande renovação da Igreja. Esta impactou em como Missa é celebrada, no papel dos leigos, como a Igreja entende entre si e sua relação com outros cristãos e não cristãos. Para continuar esta renovação, os católicos devem entender o que o Concílio ensinou e como isto enriquece a vida dos que creem. 

6. Estudar o Catecismo: Publicado exatamente há 30 anos depois do início do Concílio, o Catecismo da Igreja Católica abrange sobre as crenças, ensinamentos morais, orações e sacramentos da Igreja Católica em um único volume. É um recurso para o crescimento e compreensão da fé. Outro recurso útil é o Compendio do Catecismo da Igreja Católica. 

7. Ser voluntário na Igreja: O Ano da Fé não pode ser somente sobre estudos e reflexões. A base sólida das Escrituras, do Concílio e do Catecismo deve-se traduzir na ação. A paroquia é um bom lugar para começar, e os dons de cada um ajudam a construir o sentido de comunidade. Toda pessoa é bem-vinda como ministros da acolhida, músicos, leitores, catequistas, e em outros serviços que a paroquia dispõe. 

8. Ajudar aos necessitados: O Vaticano exorta aos católicos a doar às obras de caridade e fazer voluntariado para ajudar aos pobres durante o Ano da Fé. Isto significa encontrar pessoalmente o Cristo no pobre, marginalizado e vulnerável. Ajudar os outros traz aos católicos, frente a Cristo, e cria um exemplo para o resto do mundo. 

9. Convidar um amigo a ir à Missa: O Ano da Fé pode ser global em seu alcance, focando na renovação da fé e na evangelização para toda a Igreja, mas a mudança verdadeira ocorre a nível local. Um convite pessoal pode fazer a diferença para alguém que se afastou da fé ou se sente isolados da Igreja. Cada um conhece pessoas nestas circunstancias, sendo assim, todos podem estender um amoroso convite. 

10. Incorporar as Bem-aventuranças na vida cotidiana: As Bem-aventuranças (Mateus 5,3-12) fornece um plano de ação para a vida cristã. Sua sabedoria pode ajudar o individuo a ser mais humilde, paciente, justo, transparente, amoroso, compassivo e livre. É precisamente o exemplo de fé vivida que se necessita para atrair as pessoas à Igreja na vinda do ano. 

segunda-feira, 13 de maio de 2013

13 de Maio - Aniversário das ENS no Brasil

A primeira equipe brasileira foi lançada em São Paulo, a 13 de maio de 1950. Iniciada sua caminhada, esta primeira equipe foi, sem dúvida alguma, a "cobaia" do Movimento. Nenhum de seus componentes conhecia o caminho pelo qual seguíamos, desejosos de viver uma espiritualidade conjugal sincera e profunda. 

Éramos monitorados à distância pelo Pe. Caffarel e por Gérard d'Heilly, nosso primeiro casal de ligação. Enquanto este nos instruia sobre as regras e os métodos do Movimento, Pe. Caffarel nos insuflava a sua espiritualidade, a sua alma. 

Nas primeiras reuniões fomos eleitos Casal Responsável. Comunicando o fato ao Pe. Caffarel, ele nos surpreendeu, alargando os nossos horizontes ao âmbito nacional, dizendo-nos em carta de 12 de junho: "eu lhes prometo rezar e fazer rezar para que o Senhor os ajude na sua tarefa de responsáveis. Ela é importante, e não é só de uma equipe que se tornaram responsáveis, mas do desenvolvimento em seu país da fórmula das Equipes de Nossa Senhora". 

Mais tarde, em 31 de agosto de 1950, Gérard d'Heilly acrescenta: 

"Peço insistentemente a sua atenção para a necessidade de se fazer um trabalho realista: nossa oração profunda, recolhida, onde cada um dá um pouco de si, é a maior riqueza que a equipe pode oferecer aos seus membros. 

O estudo do tema não deve ser simplesmente uma troca de idéias, mas deve levar cada um a transformar sua vida. 

O papel mais importante do casal responsável é de levar os membros da equipe a compreenderem que a mais elementar lealdade exige de cada um que, tendo visto o alcance das verdades de nossa fé, aplique-as em suas vidas. Nossas equipes não teriam utilidade alguma se fossem apenas círculos de estudo ou troca de idéias. É preciso que cada um leve até elas um pouco de sua vida, de suas dificuldades, de suas tentativas de transformação, para que, graças a um por em comum muito simples e muito franco, o apoio de todos ajude cada um a se transformar". 

Trecho do livro: ENS no Brasil - Ensaio sobre seu histórico
Nancy Moncau

quinta-feira, 9 de maio de 2013

As lições do Papa Francisco

Queridos amigos equipistas, hoje me peguei parada, diante desta imagem:


Após uma longa reflexão, eu os convido a também olhar, atenta e carinhosamente para esta foto. 

Olhem! O solidéu do Papa está na cabeça da criança. É como se ele destinasse, naquele momento, toda "graça" do Papado, do respeito a Deus, para a criança. É como se ele dissesse: você também é especial para Deus... Vejam o sorriso nos lábios, a aparência mansa, tal qual um pastor que cuida de uma ovelha, com amor e zelo. Vejam como a criança o abraça! Nesse instante que a foto eternizou, ela quer demonstrar todo a amor que está sentindo pela Igreja, na pessoa do Papa. Então, eu imagino o que aconteceu antes desse momento. Vejo os seguranças e uma parte da multidão, imagino que ele estivesse de passagem por entre as pessoas, mas ele parou. É... ele sempre pára, para olhar para seus fiéis. Ele não resiste a um olhar inocente de criança, a um apelo de amor... Ele é Francisco!

Queridos, o Espírito Santo nos deu um Papa que nos ensina com gestos e nos faz pensar: estou "parando" para olhar o meu próximo? Eu consigo "parar" diante de um apelo dos meus filhos? Eu "paro" para contemplar a graça do meu Matrimônio? Meu Deus! Será que temos "parado" para olhar ao nosso redor? As vezes tem um sorriso lindo nos esperando. Basta pararmos e olhar!

Que Deus nos abençoe!

Érica (do Wilson)
Equipe 18A - Jundiaí/SP




terça-feira, 7 de maio de 2013

Ganhemos o hábito de coloquiar com o Espírito Santo ao fim do dia



Papa Francisco disse, nesta manhã, que o Espírito Santo é nosso amigo e companheiro de caminhada e nos indica onde está Jesus. O Espírito Santo – prosseguiu “é o próprio Deus, a Pessoa Deus, que dá testemunho de Jesus Cristo em nós”. O Papa indicou a proteção do Espírito Santo que Jesus chama de “Paráclito”, isto é “aquele que defende” que “está sempre ao nosso lado para nos apoiar”. E acrescentou: “A vida cristã não pode ser entendida sem a presença do Espírito Santo. Não seria cristã. Seria uma vida religiosa, pagã, piedosa, que acredita em Deus, mas sem a vitalidade que Jesus quer para os seus discípulos. E aquilo que dá a vitalidade é o Espírito Santo, presente” . O espírito Santo “dá testemunho de Jesus” a fim de que nós o possamos transmitir aos outros – sublinhou o Papa dando um exemplo prático… “Na primeira leitura há uma coisa bela: aquela mulher que ouvia Paulo, ela chama-se Lídia. Diz-se que o Senhor lhe abriu o coração para que ela aderisse às palavras de Paulo. É isto que faz o Espírito Santo: abre-nos o coração para conhecermos Jesus. Sem ele não podemos aceder a Jesus” 

O Papa exortou várias vezes, ao longo da sua homilia, à oração, como via para ter, em “qualquer momento”, a graça da “fecundidade da Pascoa”. Uma riqueza possível – disse – graças ao Espírito Santo. Ganhemos o hábito, acrescentou de nos perguntar-mos no fim do dia: “O que fez hoje o Espírito Santo em mim?, que testemunhos me deu, de que forma me falou, o que me sugeriu” – Isto porque o Espírito Santo é uma presença divina que nos ajuda a ir para a frente na nossa vida de cristãos. Peçamos essa graça, hoje – concluiu o Papa. 

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Parabéns Pe. Samuel!

Hoje é um dia de grande alegria para as Equipes de Nossa Senhora de Jundiaí, pois nosso querido Pe. Samuel faz aniversário!


Parabéns Pe. Samuel! Que o Senhor seja generoso em bençãos sobre sua vida! Obrigada pela dedicação e amor ao nosso movimento! 

Mensagem