quinta-feira, 31 de maio de 2012

Testemunho: Peregrinação à Aparecida

Participando das Equipes de Nossa Senhora há 11 anos, muitos momentos iluminados já vivemos, assim como pessoas especiais pudemos conhecer e conviver. 

Nesse último sábado, participamos da Peregrinação ao Santuário de Aparecida: animados desde as 6h da manhã quando nos encontramos, acolhidos com a programação tão carinhosamente preparada pela equipe 4A e 16B. 

Após a partida e a oferta de um caprichado café da manhã, a Irmã Penha, conselheira das equipes 13B e 16B, leu e refletiu conosco sobre o Evangelho de João (21, 20-25) e iniciamos um terço especial: o Terço dos Pontos Concretos de Esforço, que oferecemos por nossas vidas de casais, que com a ajuda de Maria, queremos conquistar e vivenciar no dia a dia de nossa caminhada conjugal. 

Lá chegando, foi uma alegria ver o “mar” de camisetas azuis e bandeirinhas com o logo das ENS; encontramos casais de outras cidades e setores, como Santos, Sorocaba, Itu...; o presidente da lindíssima celebração foi o Padre Flávio Cavalca - que admiramos de longa data por seu amor confesso às ENS, que nos falou sobre o Pentecostes e nos chamou ao ânimo, à fé e à confiança em Deus. 

Como pais, lá tivemos uma felicidade em particular: aos pés de Nossa Senhora, pudemos encontrar com nosso filho João Paulo, que estuda e mora numa cidade próxima e pode vir fazer o lanche comunitário conosco, o que lhe deu uma visão mais clara do que são as ENS: um movimento de espiritualidade conjugal que existe em muitas cidades, além de Jundiaí; na mesma tarde, um casal equipista lhe deu “carona”, moradores que são da mesma cidade, num exemplo de ajuda mútua. 

Que Nossa Senhora interceda pela nossa família, conduzindo-nos em casal e aos nossos filhos ao caminho da conversão, da paz e do verdadeiro amor, assim como todas as famílias do mundo!

Sanderli e Toninho
Equipe 6B - Jundiaí/SP

quarta-feira, 30 de maio de 2012

VII Encontro Mundial das Famílias

Inicia-se hoje o VII Encontro Mundial das Famílias, em Milão, na Itália.

O que é

O Encontro foi promovido pela primeira vez pelo Papa João Paulo II em 1994, com uma frequência trienal. A primeira edição realizou-se em Roma, seguida depois pelo Rio de Janeiro (Brasil, em 1997), novamente em Roma (Itália, 2000), Manila (Filipinas, em 2003), Valência (Espanha, a primeira com Bento XVI, em 2006), Cidade do México (México, 2009). Em 2012, sétima edição, será a vez de Milão. Os organizadores do evento serão a Diocese de Milão e o Pontifício Conselho para a Família.

Tradicionalmente, os Encontros Mundiais das Famílias são caracterizados por dois momentos: um de tipo congresso e um mais popular. O primeiro, que se desenrolará por vários dias, prevê encontros, relatórios e palestras sobre o tema escolhido pelo Santo Padre, que para 2012 será“A Família: o trabalho e a festa” . Para esses encontros são especialmente convidados os agentes pastorais,serviços e movimentos.

O segundo momento é o mais significativamente dedicado aos fiéis, abrangendo todas as famílias da Diocese anfitriã e do Mundo. Iniciará sábado, com uma vigília de oração com a presença do Santo Padre, caracterizada por testemunhos de vida e de fé das famílias provenientes de vários Países. Domingo de manhã será o momento culminante do Encontro: a Santa Missa celebrada por Papa Bento XVI perante as centenas de milhares de fiéis que acorreram para o evento.

«Queridas Famílias aqui reunidas! — exortava Papa João Paulo II na homilia da primeira edição do Encontro - Famílias de todo o Mundo! Confio que através da Eucaristia de hoje, através da nossa oração em comum, sabereis sempre reconhecer a vossa vocação - a vossa grande vocação na Igreja e no Mundo. Tendes recebido esta vocação de Cristo que “nos santifica” e que “não se envergonha de chamar-nos irmãos e irmãs”, como lemos no excerto da Carta aos Hebreus (cf. Heb 2, 11). Eis então que este Cristo diz hoje a todos vós: “Ide por todo o Mundo e fazei discípulos de todas as famílias” (cf. Mt 28, 19). Anunciai-lhes o Evangelho da salvação eterna, que é o “Evangelho das famílias”. O Evangelho - a Boa-Nova - é Cristo. “E não há salvação em nenhum outro, pois não há debaixo do céu qualquer outro nome, dado aos homens, que nos possa salvar” (Act 4, 12). E Cristo existe sempre. Cristo é “o mesmo ontem, hoje e pelos séculos!” (Heb 13, 8)».

O logotipo

O logotipo coloca ao centro a imagem estilizada da Catedral. Por um lado esta escolha identifica o local onde se realizará o VII Encontro Mundial das Famílias, por outro lado representa o abraço da Natividade de Nossa Senhora às famílias que chegarão a Milão vindas de todo o Mundo.

A família sobressai diante da catedral e é a própria catedral a acolher e a definir as figuras das pessoas. Isso representa como a fé serve de guia para que a família possa desenvolver no seu interior todos os valores cristãos e humanos.

As linhas que definem a Catedral aludem também ao trabalho: parece o horizonte de uma cidade trabalhadora, do qual emergem as chaminés de fábricas em toda a sua atividade.

A atitude alegre dos componentes da família descreve uma ocasião de festa, os braços estendidos de uns para ou outros exprimem felicidade e união. E as cores que compõem a catedral desenham um evento cujo horizonte é o Mundo inteiro.

"O próximo Encontro Mundial das Famílias constitui uma ocasião privilegiada para reconsiderar o trabalho e a festa, a perspectiva de uma família unida e aberta à vida, bem inserida na sociedade e na Igreja, atenta à qualidade dos relacionamentos para além da economia do próprio núcleo familiar." (Papa Bento XVI)

Oração para o VII Encontro Mundial das Famílias

Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, e nosso Pai, nós Te adoramos, Fonte de toda comunhão; proteja e abençoa as nossas famílias para que nelas haja comunhão e doação mútua entre os esposos, entre pais e filhos. Nos te contemplamos Artífices de toda perfeição e de toda beleza; conceda a cada família um trabalho digno e justo, para podermos ter o necessário sustento e gozar do privilégio de sermos teus colaboradores na edificação do mundo. Nós te glorificamos,Motivo de júbilo e de festa; abre também às nossas famílias o caminho da alegria e do repouso para podermos gozar, desde então, daquela alegria perfeita que nos doaste em Cristo Ressuscitado.Assim os nossos dias, laboriosos e fraternos,são frestas abertas sobre o teu mistério de amor e de luz, que o Cristo teu Filho nos reveloue o Espírito vivificador nos antecipou. 
E nos viveremos satisfeitos de sermos a tua família, no caminho para Ti, Deus bendito para sempre. 
Amém

Fonte: Site Nacional das ENS (clique aqui para abrir).
Mais informações: Site do Encontro (clique aqui para abrir).

terça-feira, 29 de maio de 2012

Reabertura de inscrições para o XI Encontro Internacional das ENS

Se vocês não estão inscritos ou conhecem alguém que queria se inscrever no XI Encontro Internacional das Equipes de Nossa Senhora, mas que até semana passada não podia porque as inscrições estavam encerradas, ALEGRAI-VOS e CORREI ao site das ENS (www.ens.org.br) porque sábado (dia 26) foram reabertas inscrições para mais 220 pessoas. São apenas mais 220!


Para fazer sua inscrição já, clique aqui.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Peregrinação à Aparecida

Aconteceu no último sábado, 26, a Peregrinação à Aparecida, promovida pela Província Sul I e com a presença de casais de todos as regiões. Jundiaí marcou forte presença com a lotação de 2 ônibus, fora alguns casais que foram de carro. Foi um dia de alegria, partilha e cheio de bons momentos. Juntos pedimos à intercessão da Mãe Aparecida, para guiar e conduzir nossos casais, no caminho da santificação conjugal.

O pessoal madrugou e as 5h30 os ônibus partiram do Jardim Tulipas levando alguns casais/famílias. As 6h estava pegando mais gente no Parque da Uva e, pouco antes das 6h20 estávamos deixando Jundiaí em direção à Aparecida.

No caminho, animação e atividades nos envolveram e nem vimos o tempo passar. Rezamos o Terço dos Pontos Concretos de Esforço, comemos e bebemos muitas coisas deliciosas, carinhosamente preparadas pelos setores (bolos, torta, café, chocolate quente, etc.), sorteamos "Amigo Secreto", conversamos e nos divertimos muito...

Chegando lá, fomos carinhosamente recebidos pela Região SP Leste II e enquanto uns compravam suas lembrancinhas, outros visitavam a imagem de Nossa Senhora Aparecida, a sala dos milagres, torre e outros lugares tão especiais neste Santuário. As 11h30 estávamos todos reunidos no ponto de encontro. Foi bonito de se ver a multidão de "azuizinhos". Rezamos o Magnificat e juntos entramos na Basílica, para a celebração das 12h. A Missa foi presidida pelo Pe. Flávio Cavalca e vários SCE concelebraram. 

Depois da Eucaristia, nos reunimos para o almoço comunitário. A idéia era juntar todos, mas como o local é muito grande, alguns se dispersaram. O importante é que, mesmo em pequenos grupos, o pessoal não abriu mão do espírito de partilha e unidade. 

Mais um tempinho para os casais e as 15h estávamos nos organizando nos ônibus para a volta. Deixamos Aparecida pouco antes das 15h30 e a viagem de volta teve oração de agradecimento, revelação do amigo secreto, comentários sobre os melhores momentos, mais comida (ai, ai) e depois, como ninguém é de ferro, um tempo para descanso e sono. Chegamos em Jundiaí as 18h30. Foi uma excelente viagem, com a graça de Deus e a proteção de Maria.

Fica na memória de quem foi, a satisfação de ter participado destes ótimos momentos em equipe. Aos que não foram, comecem a se programar para o próximo ano, vale a pena! Quem sabe não lotaremos 3 ônibus?!

As fotos deste dia estão aqui.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Matéria sobre o Jubileu no jornal O Verbo

A publicação quinzenal da Diocese de Jundiai - O Verbo - noticiou a comemoração dos 50 anos de Equipes de Nossa Senhora em Jundiaí. Se você ainda não teve a oportunidade de ver o jornal impresso, confira como foi:

Clique na foto para ampliar

terça-feira, 22 de maio de 2012

Palavras do Pe. Caffarel

‎"Será que nossa equipe de Nossa Senhora é uma ecclesia, unida em torno de Cristo, que chama, que ensina, que forma e que sopra seu Espírito sobre cada um dos membros da equipe, ou é um mero círculo de estudos ou uma reunião de amigos?
Não insisto mais porque estou justamente querendo propor à vossa reflexão este ponto! Que deveremos fazer de nossa equipe para que ela se pareça mais com a equipe que Jesus reuniu em torno dele, que ele formou e transformou no dia de Pentecostes?

Olhando por todo o mundo, penso que uma minoria das equipes são reuniões e não pequenas ecclesias. Creio que, na grande maioria, as equipes são ecclesias, isto é, estão reunidas em redor de Cristo como os apóstolos antes da Ascensão, mas não são ecclesias de depois de Pentecostes, habitadas pelo Espírito Santo.

Esse é que deve ser o objeto de nossa reflexão, de nossa pesquisa – levar uma reunião de amigos a se transformar numa ecclesia em torno de Cristo; transformar essa equipe em outra, posterior ao Pentecostes, habitada por um dinamismo poderoso. Corremos o risco de ser acomodados, pusilânimes, tímidos e de não ousar acreditar que Deus possa, ainda hoje, fazer através da equipe de indivíduos simples, coisa maravilhosas como as que fez através dos apóstolos logo depois de Pentecostes. Há quem ache que já é alguma coisa estarmos reunidos ao redor de Cristo. Mais uma vez, digo que isso não é suficiente. 

Se a equipe dos apóstolos não tivesse conhecido o dia de Pentecostes, teria ficado mais ou menos estéril. Nós precisamos enfrentar o problema: que fazer para que uma ecclesia se torne uma ecclesia pentecostal, como no dia seguinte ao da vinda do Espírito Santo? 

Tomai nota disso: um casal, marido e mulher, é uma pequena ecclesia. Uma família, pais e filhos, forma uma pequena equipe e pode, e deve, ambicionar ser uma equipe pós-pentecostal. É uma observação que vos faço. Marido e mulher, pensai nisso."

Pe. Henri Caffarel 
Testamento Espiritual

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Gesto concreto

Queridos irmãos,

Como equipistas, somos chamados a AGIR. O profundo sentido do "ser equipista" é não se fechar em si mesmo, mas, em casal, praticar o grande mandamento deixado por Jesus: o amor aos irmãos.

A Irmã Penha, conselheira das equipes 13B e 16B, em nome do Aprendizado Dom José Gaspar, vem pedir a nossa ajuda para a festa junina das crianças atendidas por lá. Elas precisam alguns itens básicos, como vocês podem ler neste trecho da carta enviada pela instituição:



Leia a carta, na íntegra, clicando aqui.

As doações podem ser feitas através nas nossas Noites de Oração (de Maio e Junho), da nossa Missa Mensal de Junho ou ser entregue diretamente no Aprendizado.

Vamos colaborar!

Mais um bebê!

As boas notícias vão chegando e, com muita satisfação, espalhamos!

Nosso querido casal Rosa Maria e Luiz Carlos, da Equipe 2A, receberam com muito amor a nova netinha, Marília, que nasceu em 12/05, cheia de saúde e trazendo muita alegria para a família.

Nossos parabéns aos avós e nosso desejo que a pequena Marília lhes traga sempre muitas felicidades! Deus os abençoe!


*Rosa Maria e Luiz Carlos foram Casal Responsável do Setor Jundiaí A no período de 2006-2008.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Fotos que contam a história

Ainda estamos no mês do Jubileu de Ouro das ENS em Jundiaí, portanto, nada melhor que fotos que ilustrem essa história tão importante. Separamos as fotos históricas que mostram os primeiros casais jundiaienses do movimento, encontros em Itaici, posses, festivas, dentre outras tantas!



Para ter acesso ao álbum virtual, clique aqui. Navegue pelas fotos e descubra o sentido missionário que impulsionou nossas equipes, desde seu início.

Colaboração no arquivo de fotos: Arlete e Milton (Eq 1A), Igar Fehr (Eq 3B), Maria Clara e Antonio Luiz (Eq 6A), Angela e Vail (Eq 6B).

Tem mais fotos históricas? Envie pra gente (ens.jundiai@gmail.com)! Queremos aumentar esse álbum.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Vovó Nice e Vovô Sérgio


Queremos compartilhar a alegria do casal Nice e Sérgio, da Equipe 9A, que no último dia 16 de Maio receberam de Deus um casal de netinhos! 

Na foto, os avós com os pequenos Davi e Maria Clara.  Que Deus os abençoe!!

Aproveitamos para pedir a todos os equipistas, orações pela saúde do Sérgio, que está com um problema no rosto e está esperando alguns exames, pois passará por uma cirurgia. 

Nice e Sérgio foram Casal Responsável pelo Setor Jundiaí A, nos anos 2009-2011. 

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Sessão de Formação Nível III

Foi realizado nos dias 05 e 06 de Maio (2012), a Sessão de Formação Nível III, no Centro de Convivência Mãe do Bom Conselho, na cidade de Jundiaí, para os equipistas da Região São Paulo Sul II. Este evento visou a participação dos Casais Ligação, Casais Responsáveis de Setor, Casais Piloto e Casais Informadores (Expansão).


Contamos com a presença de mais de 40 casais participantes, vindo dos Setores Jundiaí A, Jundiaí B, Sorocaba A, Sorocaba B, Louveira, Porto Feliz, Itu e Votorantim. 

Agradecemos imensamente os Padres Rafael Casarin (SCER SP Sul II) e Márcio Felipe (SCES Jundiaí A) pelas celebrações e a valiosa presença de Pe. Flávio Cavalca (SCE em Aparecida/SP).

A Sessão de Formação teve como objetivo a formação de quadros, com parte expositiva, através de palestras, e troca de experiências e reflexões, nas reuniões de grupo. As palestras proferidas foram:
> O SCE e as Equipes de Nossa Senhora - Pe. Rafael Casarin
> A Responsabilidade nas ENS - Pe. Flávio Cavalca
> Visão Histórica do Movimento - Hermelinda e Arturo (CRP Sul I)
> Mística dos PCEs e Partilha - Silvia e Chico (CL Zona América)
> Experiência Comunitária/Pilotagem/EEN - Hermelinda e Arturo (CRP Sul I)
> O Sentido da Ligação - Maria Clara e Antonio Luiz
> Prioridades do Movimento - Kátia e Alexandre (CRS Votorantim)
> O Espírito da Colegialidade - Cristina e Luciano (CRR SP Sul II)

Para ver algumas fotos deste evento, clique aqui.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Administradores da obra de Deus

Em um dia de sábado, alguém teve que dar a seguinte resposta por uma boa obra realizada: “Meu Pai continua trabalhando até agora e eu também trabalho” (Jo 5, 17).

Foi Jesus seu autor. Através d’Ele, temos a revelação plena do Deus Criador – Trabalhador. É bonito pensar e refletir nestas palavras do carpinteiro Jesus de Nazaré, nas suas obras de resgate dos homens, quando estes se afastaram do plano original da Aliança Divina, pacto entre o Eterno e o transitório, caminhada à eternidade, um trabalho custoso e delicado a todos nós.

O carpinteiro Jesus é o Filho de Deus feito homem: “Ele tinha condição divina (...) Esvaziou-se a si mesmo (...) tornando-se semelhante aos homens. Assim, apresentou-se como simples homem ...” (Fl 2, 6-7). Com suas próprias mãos e suor de seu rosto, trabalhou pelo pão de cada dia, Ele que é o “Pão da Vida” (cf. Jo 6,48). E o Pai estabeleceu uma Nova e Eterna Aliança com seus filhos e filhas através de seu Unigênito, criatividade Divina e Amorosa em prol da salvação da humanidade, nem sempre disposta a ser parceira nesta empreitada.

Porém, o Autor do Universo quis precisar de colaboração diversificada, mão de obra especializada, de continuadores do “sonho divino”, homens e mulheres desejosos de vida e amor, inspirados pelo Criador “a tornarem-se uma só carne” (cf. Gn 2, 24c).

A união natural entre homem e mulher é intrinsecamente divina. É símbolo da Aliança de Javé com o povo eleito, por quem Ele tem ciúmes (cf. Ex 34,14) e foi elevada a dignidade sacramental por Cristo.

Quando os seus discípulos decidem à luz da Fé unir-se em casamento, doando-se um ao outro, sinalizam a presença atual do Senhor na Obra da Redenção do mundo, como nos ensina o Apóstolo Paulo: “Maridos, amem suas mulheres, como Cristo amou a Igreja e se entregou por ela” (Ef 5,25).

Na circulação do Amor Trinitário, o zelo divino é atual e constante, pura obra da Graça em nosso favor. Casais unidos pelo casamento cristão: há muitas descobertas a serem feitas, cotidianamente na vivência de tão grande chamado, apesar da dureza de alguns corações pela qual “Moisés permitiu escrever uma certidão de divórcio e depois repudiar a mulher”, e também hoje, o homem. “Mas não foi assim desde o início. Deus os fez homem e mulher. Portanto, o que Deus uniu, o homem não deve separar” (Mc 10, 7-9).

Uma obra tão bem planejada nos foi entregue. Na liberdade de filhos e filhas de Deus, ousemos concretizá-la em nosso ser de casal cristão e na sociedade fragilizada e manipulada por situações antigas, com roupagens novas, como o ter cada vez mais acima do ser, gerando exclusão afetiva, econômica e até religiosa.

Mediante o suor de nossos rostos e dos calos de nossas mãos, unidos pela Mística do Casamento, compreenderemos que “não basta fazer por fazer, é preciso fazer bem feito, como competentes administradores da obra de Deus” (Nilma e Oleudo – CM 436).

Pe. Marcelo Piller 
SCE da Região Rio II 
Nova Friburgo-RJ
* Texto extraído da Carta Mensal - Abr/2012

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Ação de graças pelo Jubileu de Ouro das ENS em Jundiaí

Na última sexta feira, dia 4, numa solene Eucaristia realizada na Capela Nossa Senhora das Graças do Jardim Florestal, em Jundiaí, as Equipes de Nossa Senhora celebraram os 50 anos em Jundiaí. A missa foi presidida pelo Pe. Márcio Felipe de Souza Alves e concelebrada por Dom Enrico Crippa, Padres Milton Rogério Vicente, Antonio Carlos Gonçalves, Flávio Cavalca e Samuel Alves Cruz, SDS. Auxiliaram os diáconos Osmar Luiz Guedes, Carlos Alberto Panizza, Wilson Roberto Mazer e os seminaristas Anderson Cleiton de Couto Lucena e Lupércio Martins.

Pe. Márcio Felipe, falando aos equipistas.

Além dos casais equipistas da cidade, que vieram em grande número, participaram os casais representantes do Regional SP Sul II, Luciano e Cristina, e da Província São Paulo Sul I, Arturo e Hermelinda.

A celebração foi iniciada com a entrada de todas as imagens das padroeiras intercessoras, representando todas as equipes e ao final, num momento de emoção, os integrantes da primeira equipe de Jundiaí, a 50 anos atrás, receberam uma homenagem representada por uma placa comemorativa em agradecimento ao empenho e dedicação ao longo destes anos.

Marisa, Arlete/Milton e Nenê - integrantes
da primeira equipe de Jundiaí, de 1962.

“Foi muito grande a alegria desse encontro onde pudemos constatar uma verdadeira 'comunidade de comunidades' para, todos juntos, poderem louvar e agradecer a Deus e à Nossa Mãe Maria. O Senhor realmente fez em nós maravilhas e Santo é seu nome”, declarou o casal Osmar e Ana Maria Guedes.

Após a celebração, mais de 200 equipistas se confraternizaram em uma pizzaria da cidade, onde puderam partilhar de momentos de alegria e descontração. Os presentes participaram de sorteio de brindes e demonstraram o sentimento descrito em Atos dos Apóstolo, quando se fala das primeiras comunidades "Vede como eles se amam!".

Equipistas reunidos para comemorar seu Jubileu.

De fato, "O Senhor fez em nós maravilhas, Santo é seu nome!"

Todas as fotos da Missa podem ser vistas aqui. As fotos do jantar, estão aqui.

Colaboração: Ana Maria e Diácono Osmar, com matéria para o site da Diocese (aqui)

terça-feira, 8 de maio de 2012

DVDs do XI Encontro Internacional



Começou a venda antecipada dos DVDs do XI Encontro Internacional. Quem comprar agora ganha de presente um documentário dos 10 encontros já realizados.

É fácil! Basta clicar aqui e preencher o formulário com seus dados pessoais para cadastro e endereço de entrega do DVD que será produzido profissionalmente durante o evento em Brasília.

Imprima o Boleto Bancário e faça o pagamento do valor correspondente ao número de DVDs adquirido. Aproveite para presentear sua equipe de base e compre esta bela lembrança.

O valor já incluíndo o frete é de R$ 35,00 por DVD com o documentário de presente nesta promoção por tempo limitado.

A venda está restrita ao Brasil. Os demais países participantes do XI Encontro Internacional poderão em breve fazer seus pedidos de reserva dos DVDs.

*Matéria retirada do site do XI Encontro Internacional (http://www.brasilia2012.com.br/)
.

Peregrinação à Aparecida

“Eis que venho fazer com prazer a vossa vontade Senhor” (Salmo 39, 8)

Queridos equipistas, imitando a família de Nazaré que peregrinava anualmente ao templo de Jerusalém para encontrar-se com o Senhor, vamos nós também experimentar o seu amor e a sua misericórdia num lugar onde Ele escolheu para manifestar sua glória e sua presença através de Maria sua mãe e nossa.

Está chegando o dia da nossa Peregrinação à Aparecida, que será realizada em conjunto com toda a Região SP Sul II (Setores Jundiai A, Jundiai B, Sorocaba A, Sorocaba B, Votorantim, Porto Feliz, Itu e Louveira) no próximo dia 26/Maio (sábado).



Como disse o Pe. Márcio Felipe (SCE Setor A), esta Peregrinação não é simplesmente uma viagem de turismo, mas sim, um momento de comunhão, um momento eclesial. Deve ser considerada como uma "oportunidade" que o movimento nos dá, de manifestarmos nossa força como equipistas, como casais que realmente vão ao encontro de Jesus, na casa da Mãe Aparecida. Ele diz ainda que este evento deveria ser assumido por nós como Regra de Vida para este mês!

Os coordenadores do evento alertam que nos anos anteriores, enquanto os Setores vizinhos foram com 2, 3 ônibus lotados, Jundiaí não conseguiu completar nem um ônibus! É hora de mudar este cenário e nos unirmos para "sair em oração"...

A programação é de que o ônibus saia as 5h30 do Jardim Tulipas e as 6h00 do Parque da Uva. A celebração, em Aparecida, será ao meio-dia, porém, por não poder "reservar assentos", os organizadores querem que entremos na Basílica as 11h, para ficarmos todos juntos. A previsão de volta é para as 15h (aproximadamente), de forma que cheguemos de volta em Jundiaí no final da tarde de sábado.

Aos que vão, pede-se que usem as camisetas azuis do movimento (quem tiver). 

O custo do ônibus é de R$ 35,00 por pessoa (ida/volta). Quem quiser, fique a vontade para levar os filhos.

Pede-se que a adesão seja feita até o dia 15/05.

No Setor A, os interessados devem fazer suas adesões com Mª Teresa e Vicente (Eq 4A) (teredrezza@yahoo.com.br / 9989-2557 / 7597-0901). No Setor B, com Renata e Edson (ecddias@bol.com.br / 7488-3848) ou Andréa (reynaldo.sa@ig.com.br / 9970-6953). Ou ainda através de seus Casais Ligação.

Contamos com o entusiasmo de todos. Mobilizem suas equipes para este dia especial. Jesus espera por nós, na casa da Mãe.
.

domingo, 6 de maio de 2012

Jubileu de Ouro (parte II)

A seguir, continuamos a transcrever o depoimento do casal Marisa e Gustavo Fleury, dado na ocasião dos 35 anos de ENS em Jundiaí, para o jornal O Mensageiro:

"...
O terceiro passo, talvez o mais importante para sairmos de nós mesmo: o Curso de noivos. Alguns casais maravilhosos de São Paulo aqui vieram para orientar-nos e deixaram-nos entusiasmados para dar o curso.
- Mas, a quem? Onde estavam os noivos?
O vigário deu-nos alguns vagos nomes e seus endereços incríveis. Saímos de porta em porta a tentar explicar o que ele seria, sua validade e utilidade, a quem nunca tinha ouvido falar nessa novidade: curso para casar.
O primeiro: duas noivas e um noivo;
O segundo: um casal sozinho...
Mas o dedo de Deus aí estava. Este ultimo casal gostou tanto que arregimentou sozinho 15 casais (alguns já casados)  para fazer o curso de noivos. E hoje, em Jundiai, nenhum casal se une em matrimônio sem se preparar atraves de um dos muitos cursos dados durante o ano nas paróquias.
Em 1.964 formaram-se mais 2 equipes e, um ano depois, o movimento ganhava corpo com a formação  de mais 3 equipes e passando de Coordenação a Setor, começava a desenvolver suas potencialidades.
Daí para frente, todos os movimentos de leigos de Jundiaí tiveram sempre como iniciadores e incentivadores os casais equipistas.
Lembramo-nos de Tito, quando chegou em casa dizendo:
- Fiz o "Cursilho". Estou vibrando! Precisamos traze-lo para Jundiaí!
E o Cursilho veio, através do esforço de alguns equipistas, para logo depois continuar e crescer magnificamente por si mesmo!...
As Equipinhas vieram atender a uma necessidade de iniciar nossos filhos na comunidade cristã à semelhança de nossas equipes.
A seguir, o trabalho com casais desajustados, quando iamos nas casas procurando fazê-los dialogar. A maioria dos problemas se resolvia por este simples fato de os dois conversarem. Depois, o trabalho passou a ser feito no Fórum.
Logo em seguida, os equipistas foram despertados para o trabalho com os jovens: comunidades, TLC (treinamento liderança cristã), Alicerce, Jeca, etc., e a eles se entregaram de corpo e alma, chegando alguns mesmo a se tornarem verdadeiros pais espirituais de um sem número de jovens carentes de afeto e guia.
Um de nossos conselheiros espirituais convoca-nos em 1.968 para uma experiência nova: "Missão Familiar".
Imaginem só: Ir de casa em casa, por 3 noites consecutivas, reunir os vizinhos e falar-lhes sobre o Evangelho! Isso antes que o Concilio Vaticano II nos sacudisse.
Com a cara e a coragem (empurrados pelo Espirito Santo, é claro) fomos lá.
Qual não foi o nosso espanto ao ver que os vizinhos, em vez de rirem de nós e fugirem, compareciam em número maior a cada noite, e como queriam ouvir a palavra de Cristo!
Essa foi nossa maior descoberta: que os outros estão ávidos de Deus, mesmo que às vezes não percebam. Um deles nos dizia:
- Dona, nós gostamos de ouvir falar de Deus, então ouvimos as Testemunhas de Jeová, os Mormons, os Protestantes, etc., quem vier conversar conosco.
E nós, porque não vamos falar com eles? Depois do segundo ano dessa missão familiar, os vizinhos tambem quiseram entrar para as Equipes. Como o número era grande e poucos os Conselheiros Espirituais, formaram-se as Equipes paroquiais. Cada equipe teria como assistente um casal equipista, que receberia orientação do vigário.
Hoje em dia, em quase todas as paróquias de Jundiaí, existem dezenas de equipes paroquiais, que já não dependem das ENS.
Em 1971, Pe. Pastore nos convoca para lançar aqui um novo tipo de encontro: os ECC (Encontro de Casais com Cristo). O Movimento "pegou" e muito tem feito por Jundiai. Também o ECC, a exemplo dos anteriores, agora caminha independente das ENS.
Em 1969, um de nossos casais, Dirce e Rubens, é convocado como responsável pela ECIR, equipe que coordena as ENS no Brasil. Daí para frente, a contribuição dos casais de Jundiaí passaria a se dar em âmbito nacional, e, principalmente em quase todas as Sessões de Formação, mutirões e EACRES que o movimento realizou durante muitos anos.
Outros sete casais foram também convocados a trabalhar com a ECIR e como Regionais, tendo sido responsáveis por sete Regiões de nosso movimento: Nenê e Zinho, Had e Neuradir, Marisa e Fleury, Arlete e Milton, Therezinha e Ronaldo, Chico e Dina e Orlando e Wilma.
Outros de nossos casais, Cidinha e Igar sucedeu Dirce e Rubens como responsáveis da ECIR e atualmente eles coordenam a ERI, orgão responsável pelas ENS no mundo.
Hoje Jundiaí conta com 16 equipes e uma em experiência comunitária.
Temos casais equipistas na Coordenação da Pastoral Familiar Diocesana e do SOF (Serviço de Orientação Familiar), na pastoral pré-matrimonial, na pastoral de casais em 2ª união, dando aula de catequese nas paróquias, dando aulas de Formação Humana e Cultura Religiosa no Colégio Divino Salvador, ajudando a tirar meninos de rua na "Associação de Educação do Homem de Amanhã" (Guardinha), participando da formação de novas comunidades neo-catecumenais, evangelizando na Paróquia de Varzea Paulista, dando palestras no E.C.C. e nos Reencontros de Casais, levando uma mensagem de oração, fé e espiritualidade às familias e ajudando nas liturgias das paróquias entre outros tantos trabalhos anônimos.
O que teria acontecido conosco, com nossa cidade, se estes dois primeiros casais não tivessem se desinstalado, deixando tudo para vir à Jundiaí lançar uma sementinha, que eles nem sabiam se iria frutificar ou não?
Talvez até hoje, eles nem se aparecebem do que fizeram.
Por isso nós tambem não podemos nos acomodar. Não sabemos o que Deus espera de nós. So podemos lhe dizer: Senhor, aqui estamos. Obrigado por tudo e, se tiver outro desses apelos malucos que nos faça rir a principio, por sentir o peso da nossa pequenez, da nossa ignorancia, da nossa pouca fé, mesmo assim lhe diremos: Aqui estamos! Tome o nosso corpo fraco e o torne capaz de fazer, EM SEU NOME, maravilhas!..."

Marisa e Gustavo Fleury
Equipe 01
(no ano de 1997, em ocasião dos 35 anos das ENS em Jundiaí)

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Jubileu de Ouro (parte I)

Neste mês colocaremos aqui no Blog, algumas matérias especiais sobre nosso Jubileu de Ouro.

Breve histórico

O movimento das Equipes de Nossa Senhora nasceu na França, em 1938, fundado pelo Padre Henri Caffarel, visando a espiritualidade conjugal dos casais cristãos.

É composto por equipes com até 6 casais e cada uma delas é acompanhada por um sacerdote conselheiro espiritual.

O movimento chegou ao Brasil em 1950, através do casal Nancy e Pedro Moncau (de São Paulo) e posteriormente, em Jundiaí em 1962, trazido pelo casal Celina e João Paulo. Desta primeira equipe ainda temos 5 integrantes ativos em nossa cidade.

As ENS foram de suma importância para Jundiaí, sobretudo nos anos 60/70, quando foram responsáveis por muitos dos serviços religioso-sociais, tais como a implantação da Pastoral Familiar da Diocese, dos Cursos de Noivos, do Cursilho de Cristandade, das Comunidades Neocatecumenais, das ECC's (Encontros de Casais com Cristo), dentre outros.

Foram equipistas também que formaram e coordenaram por muitos anos a Associação de Educação dos Homens de Amanhã (a ‘guardinha’). O SOF (Serviço de Orientação Familiar) também foi uma atividade conduzida por equipistas, que aconselhavam os casais em processo de desquite.

Depoimento

Resgatamos a seguir, um depoimento do casal Marisa e Gustavo Fleury, dado na ocasião dos 35 anos de ENS em Jundiaí:

"Maio de 1962 - Um tímido casal, Celina e João Paulo, em Jundiaí, movido por uma força estranha, sai de sua tranquilidade para bater de porta em porta à procura de casai, até então desconhecidos para eles, a fim de tentar uma experiência nova: as "Equipes de Nossa Senhora".
De São Paulo, Doris e Nelson Gomes Teixeira vêm dar a informação e, para pilotar, Maria Silvia e Guilherme Junqueira.
Ninguém sabia de fato o que iria acontecer. Nem eles sabiam, na época, que o Espírito Santo os incumbira de fazer acontecer uma milagre em Jundiaí através desses 8 casais que não eram de nada, que não queriam saber de nada, a não ser viver tranquila e comodamente sua vidinha de casados, sem grandes pretensões...
E veio o Espírito Santo! Não em forma de língua de fogo, num estalo, mas pacientemente, devagarzinho foi realizando maravilhas...
Maravilhas, sim! Quando olhamos para trás, vemos que maravilhas Ele operou nesses 35 anos!
A primeira destas maravilhas foi permitir-nos a descobrir o matrimônio cristão, a espiritualidade conjugal, o nosso cônjuge, os amigos, os irmãos, o auxílio mútuo, a amizade, enfim o AMOR!
Foi tirar-nos da nossa ignorância religiosa e mostrar-nos que Ele precisava de nós para chegar a muitos outros irmãos!
No começo não percebemos isso, claro. E se Ele no-lo tivesse dito, teríamos rido, escandalizados:
- Quem? Eu?... Nós?... Sabe quem somos?
E Ele sabia, e veio para desintalar-nos.
Lembramo-nos bem do nosso engatinhar na vida da fé, quando começamos a comungar, marido e mulher juntos, quando apenas velhos e crianças o faziam, e aguentar o comentário de amigos:
- Puxa! Vocês são crentes...
O segundo passo, quase um ano depois - aula de catecismo para as crianças. (Era mais para aprender que o fazíamos).
O terceiro passo, talvez o mais importante para sairmos de nós mesmo: o Curso de noivos. Alguns casais maravilhosos de São Paulo aqui vieram para orientar-nos e deixaram-nos entusiasmados para dar o curso.
- Mas, a quem? Onde estavam os noivos?
O vigário deu-nos alguns vagos nomes e seus endereços incríveis. Saímos de porta em porta a tentar explicar o que ele seria, sua validade e utilidade, a quem nunca tinha ouvido falar nessa novidade: curso para casar."
...
(esta entrevista continua no próximo post deste Blog)

E para ilustrar estes 50 anos, trazemos para todos um documento histórico: a ficha de casais inscritos para a primeira Equipe de Nossa Senhora em Jundiaí.

Frente da Ficha (clique para ampliar)

Verso da Ficha (clique para ampliar)
Que o Senhor nos impulsione, como a estes primeiros casais, a evangelizar sempre mais!
.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Maio

A agenda e a lista de aniversariantes de Maio já estão disponíveis! Fiquem atentos aos compromissos (descritos no menu ao lado)…

Estamos no mês de Maria... Os setores A e B lembram que neste mês teremos nossa Peregrinação à Aparecida (dia 26). Entrem em contato com seu CRE ou CL para confirmar sua presença.

Lembramos também que neste mês comemoramos nosso Jubileu de Ouro! São 50 anos de história em nossa cidade. Visto todo esforço para difundir este movimento, tantas lutas e tanta ação do Espírito Santo, cabe a reflexão: temos nos empenhado para cumprir nossa missão de casal equipista, dignamente?…

Um ótimo mês a todos! Deus nos capacite e oriente, na contínua busca pela santificação conjugal.
.

Bebês da Equipe 7B

Recebemos a notícia do Zenilton (da Cidinha) e compartilhamos esta alegria com todos: filhos de casal equipista abertos para a vida!




Na foto acima, Ednéa (do Valdir) e seus recentes netinhos, nascidos das filhas, em curto espaço de tempo. Parabéns ao casal e a toda equipe!
.

terça-feira, 1 de maio de 2012

Noite de Oração - Especial Jubileu de Ouro

A Noite de Oração de Abril, realizada no dia 23/04, em homenagem aos 50 anos de ENS em Jundiaí, foi realmente especial. Em uma palestra preparada com muito amor pela Equipe 1 e apresentada pelos primeiros equipistas jundiaienses, os mais jovens puderam ver o quanto nosso movimento foi importante para a nossa cidade, sobretudo, para nossa Diocese. Os mais antigos reviveram momentos únicos, através de fotos que permitiram que todos "viajassem" através destes 50 anos de história.

É por esta troca de experiências que as Equipes de Nossa Senhora são tão enriquecedoras! 

Nosso "muito obrigado" a estes casais que, impulsionados pelo Espírito Santo, trouxeram e difundiram em nossa cidade um movimento de tanta importância aos casais cristãos, apesar dos medos, das dificuldades e das limitações humanas. Cabe a todos nós, usufruirmos deste caminho de santificação conjugal que temos em nossas mãos.

"O Poderoso fez em nós maravilhas, Santo é o Seu nome!"

Para ver as fotos desta noite, clique aqui.
.